Vídeos Bauls

Loading...

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Goura Baul Sutra ( O Estatuto do Baul )

1-Ofereço minhas respeitosas reverencias a meus mestres espirituais.
2-Ofereço lembranças a Jaganatha Swami dasa Baul meu amigo e aos outros Bauls associados tais como Nrsinha dasa Baul, Bhramananda dasa baul, Ramananda dasa Baul, Nitya Suki dasa Baul, Rama kantha dasa Baul, Vaikuntha Prasada Prema Baul e a minha amada irmã Lila Ananda devi dasi Baul.
3-Agora os ensinamentos do Baul.
4-O baul é o seu proprio mestre, e a loucura é o seu único caminho.
5-Todos os homens buscam a felicidade mas apenas os loucos a encontram.
6-A loucura é causada pelo amor a Deus e ninguém pode compreender isto.
7-Os disturbios mentais causadores de aflição mundana, e que apenas condicionam ao sofrimento doentio não são a loucura de um baul. Pois a loucura divina é causadora de extase trancedental que nada tem a ver com a ilusão dos materialistas. Porém não se pode perceber se a loucura é divina ou apenas um distúrbio doentio apenas pelos sintomas e comportamentos de um louco, pois apenas ele(o proprio louco) conhece o reino de seu coração.
8-Muitos grandiosos santos passaram sua vida de maneira desapercebida para as pessoas deste mundo por serem julgados como loucos.
9-É imposivel para eu descrever ou mesmo diferenciar a loucura divina com palavras filosóficas ou inteligentes, porque a loucura é confusa por ser ilimitada. E eu também estou confuso no divino.
10-O caminho do Ulta sadhana baul, ou o caminho para encontrar o tesouro da loucura divina é a propria entrega a loucura divina que existe no coração de todos os seres.
11-O baul ou o louco de Deus é um artista, mesmo que sua arte não agrade a publico algum, ele próprio se agradada de suas obras, pois elas pertencem ao divino que está presente dentro dele mesmo e de tudo que o cerca fisica e psiquicamente.
12-A única forma de entender o que é loucura divina é se entregar a ela, e isso é possivel pela arte.
13-Para fazer uma comparação é como um ator que incorpora diferentes pessonagens em diferentes situações e saboreia ou vivencia o sentimento de todos. O baul ou o louco divino incorpora os diferentes sentimentos do amor e os saboreia a medida que o vento da loucura o leva.
14-É apenas por isso que ninguém pode conduzir ou se fazer mestre de um baul, pois o baul é guiado pelo vento do amor que sopra em seu coração e isso lhe dá o direito de ser instavél. A firmeza dele independe da sua propria opinião. Seu pensamento está firme no divino naturalmente.
15-O baul não se força a nada (apenas se ele quiser, ou a loucura o levar), o baul realiza ou não realiza apenas pelo prazer que sente em sua devoção.
16-Não hà necessidade de formalidades ou cerimonias para um baul, mas se ele desejar ele fará. Assim apenas ele poderá dizer se ele é ou não um baul(um louco divino), já que isso é apenas uma decisão que esta a disposição de todos.
17-Não importa o que os outros digam, apenas o que o baul sente dentro de si é o que importa.
18-Se um baul desejar ele poderá aceitar um mestre, mas no final ele é quem decide.
19-Gostaria de organizar estas idéias de forma mais elaborada. Mas o quê posso fazer? Minhas palavras são guiadas pelo vento da loucura.
20-A loucura divina pode causar alegria ou infortunios, tristezas ou boa fortuna. Porém todos os sentimentos são saborosos para um baul, assim como as diferentes classes de alimentos o são para um bom cozinheiro.
21-Tudo tem o seu sabor, e o baul é perito em saborear as doçuras divinas...pois ele saboreia a vida em relação ao divino sempre!
22-A melhor forma de se saborear os sentimentos é expressar o que se sente, e isso é arte.
23- O canto, a dança, a poesia ou as pinturas de um baul são manifestações de sua liberdade para com o divino, são manifestações de seus extases.
24-Não existe uma doutrina ou filosofia estabelecida, o baul não pertence a instituição alguma e ainda sim pode dizer que pertence.
25-Tudo é verdade dentro do universso dos sentimentos.
26-O baul não se importa de ser um sentimentalista ou um imitador, ele não se importa com a opnião que tecem sobre ele, porque está fixo em seu próprio ser.
27-Ainda que um baul manifeste insatisfação das palavras que lhes oferecem, isto é apenas parte de sua lila(brincadeira ou atuação), ele apenas esta e saboreando os diferentes sentimentos.
28-Saborear sentimentos quer dizer vivencia-los a fundo e experimentar os extases que proporcionam. Assim para o baul todos os sentimentos são como ondas no oceano da bem-aventurança trancedental.
29-Como meu proprio testemunho eu ouvi das escrituras sagradas que apenas duas pessoas são felizes neste mundo: o santo e o louco. Como o caminho da santidade se mostrou artificial e muito dificíl para mim, eu optei pela loucura e encontrei o extase!
30-O baul não almeja ou deseja obter meta ou objetivo algum, pois toda a perfeição do amor a Deus já foi alcançada por aqueles que acreditam em seus sentimentos presentes.
31-Sou um devoto, e Gouranga o santo louco de NavaDwipa é meu eterno senhor. Ele reside eternamente em meu coração e me enlouquece no desejo de servir Srimati Radharani e seu amante Krshna.
32-Não sigo regras ou regulações, apenas navego no vento do amor.
33-Gouranga é o grande e divino baul e todos os seus seguidores não importam a que linha de pensamento religioso pertençam trilham no caminho da loucura mesmo que não saibam.
34-Para aquelas que não conhecem Gauranga o extase baul também é possivel, basta que se ocupem em cantar e dançar as canções trancedentais dos sentimentos divinos.
35-Estas canções ressoam eternamente no coração de todos os seres, porém Gouranga o divino Baul manisfestou todas as classes de sentimentos divinos em relação a Krshna e isto é maravilhosamente o mais fácil e rápido caminho para a loucura divina.
36-Esta é a minha opnião e de muitos grandiosos loucos de Deus.
37-Respeito qualquer que seja a tua opinião, seja qual for teu sentimento ele é real, e só cabe a você saborea-lo. Escrevo o que sinto e se quiseres podes fazer o mesmo.
38-Faça o que quiseres mais respeite o teu irmão, este é o divino estatuto do baul.
39-Ao agredir a mente de outrem, seja por desrespeito ou vingança o agressor perde a oportunidade de permanecer na bem-aventurança de seu próprio ser por se enrredar em assuntos externos.
40-O melhor é a indiferença as diferentes formas de ver o mundo e absorver-se naquelas visões que fazem parte da tua realização.
41-Mesmo que pareça confuso, as discussões e desentendimentos entre bauls não devem ser julgadas aos olhos de terceiros, visto que a intimidade pode despertar sentimentos de desrespeito. Porém está tudo no universo do amor quando se trata de bem-querentes.
42-A demais o canto é a melhor maneira de se harmonizar as diferenças. Portanto, ó irmãos, cantem e se absorvam nos sentimentos de seu canto, seja qual for a doçura especifica que teu coração navegue.
43-Se tiver talento atue ou esculpa, cante ou dance, componha ou improvise mas não entre na soberba pois "desafinado é o coro dos contentes."
44-Se tuas obras forem obras primas isto alegrará aos outros, mas se não agradar porque não são belamente artisticas continue a manifesta-las livremente para o prazer de tua alma, já que a alegria natural que advêm da arte é divina mas aquela que advém de elogios é apenas prestigio falso e temporário.
45-Como remédio para dor causada pelo desejo de prestígio apenas se ria e continue o canto, um louco não deseja dinheiro por suas pinturas.
46-As vezes penso, eu sou uma gopi... Eu sou uma dasi... Ou eu sou Sridhama... Eu sou Subala! As vezes eu grito :
-Eu sou Radha aonde está Krshna? E outras vezes me pergunto aonde está Radha?
47-Não te absorvas demais em filosofias, pois elas confundem a mente e anulam os sentimentos. Cada filosofia tem sua propria lógica e é capaz de derrotar outras, porém o canto unifica e os sentimentos são individuais.Não castre teus bhavas (sentimentos), experimente-os e saboreie-os, role no chão ou dê risadas, chore ou se lamente! Dance! Dance e cante! Grite em desespero ou festejos, sinta raiva ou alegria, sinta amor! Tudo faz parte do divino e o que brota da alma faz parte da criação de Deus, ou Deusa, ou Deuses e Deusas...Vóz sois o que quiseres ou sentirdes, basta ser!
48-Assim finda o Goura Baul Sutra oferecendo minha mente as minhas gurudevis Srimti Aruna manjari e Srimti Phull manjari que me conduzem para Vraja em meu sidha deha de Melenghe manjari.